Sem Nada

Como viver sem nada?
Você é a goiabada do meu queijo,
meu passarinho no ninho,
o ar que respiro,
os beijos que eu acalanto,
as estrelas inimagináveis,
num dia de tempestade,
onde procuro teus olhos
para me dar a paz que preciso!..

Sem nada, vivo!
Sem ti, morro!
Me ensinaste a dizer:
Te Amo, de uma maneira,
diferente, amada, vinda de dentro
da caixinha de celofane,
onde guardei meu coração!..

E ele ficou preso,
e lá ficou até te conhecer,
quando ousou sair do castigo
em que o coloquei!

Coração não obedece,
não é regido pela razão.
Assim sendo, você é tudo,
sem ti ,sou nada
e juntos somos pão e água!

Eda Carneiro da Rocha

 

 


CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!