Miosótis

Belas, perfumadas,
se encontravam no salão!
Testemunhas de um amor,
rodopiávamos, na valsa
das flores!

E, como flor, estavas conosco,
vibrávamos , amávamos,
flores esparsas,
pares dispersos, acompanhavam
um ritual de amor!

A orquestra entoava todos os acordes,
bailávamos, coração aos saltos!
Festa de miosótis,
caiam pelo chão.
De suas pequeninas pétalas,
apanhei algumas, beijei-as,
e as entreguei na tua mão!

Fitaste-me nos olhos.
Duas lágrimas,
duas pérolas,
deslizaram em meu rosto cálido!

Ofegante, te enlacei,
com mais amor,
continuamos a bailar
miosótis pelo chão!..

Eda Carneiro da Rocha

 

....

 

 
CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!