Dançar Contigo

Convidaste-me a dançar!
Eis-me aqui.
Aceito a dança.
Será um tango, um bolero
ou a dança apaixonada da vida?
Sim, porque essa eu quero dançar,
hoje e sempre.
Tirarei meus pés do solo
e voarei contigo,
por toda a eternidade
que tem que ser azul!
Ah, muito azul
para que eu possa bailar, rodopiar
em teus braços amados,
uma música sôfrega, ardente
em que queimem nossos corpos
ardendo de desejo
para saciar a sede
de estarmos juntos
nesta dança frenética
que é só tua
para sempre tua!
Ou preferes um ritmo mais moderno,
mas que também fala de amor...
Sem amor, como posso dançar contigo?
Não importa o ritmo, a música, o tempo,
se hoje ,ou amanhã,
no espaço sideral
que me leva sempre para
teus braços amados e idolatrados.
E nessa cadência, quero ficar
até morrer ou até viver de novo,
pois dancei contigo!

Eda Carneiro da Rocha


CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!