Voaremos como gansos,
amados,
queridos
que nunca se deixarão,
neste horizonte infinito,
onde nossos voos se cruzarão ,
como dardos de amor!

Nos cobriremos,
como duas aves sedentas,
procurando somente viver!..

Nosso voo será uno.
Nos conheceremos ainda mais,
nos amaremos!..

E, quando o crepúsculo vier,
guardaremos nossas asas,
procuraremos, onde pousar
neste infinito amor, de dois gansos
que só procuram neste mundo
a ventura de estar,
ficar,
se enamorar,
se amar!..

E, quando não mais voarmos,
seremos aqueles dois
que cruzaram as fronteiras de nossa alma,
para juntinhos nos aconchegarmos,
deitarmo-nos, fazendo deste amor sagrado
a fonte de nosso viver!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"


 
 

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

CrysGráficos&Design
Webmaster e Designer:Crys